• Imagem Jaborandi
  • Imagem Jaborandi
Veja Também


Saúde de Jaborandi divulga novo balanço sobre a dengue

17 de Maio de 2019

" Município registrou 503 notificações da doença até esta sexta-feira (17/05) , com 85 casos confirmados , 387 casos em investigação, 13 casos inconclusivos e 18 descartados. " 
 
        A Prefeitura Municipal de Jaborandi , através da Secretaria Municipal de Saúde e o Departamento de Controles de Endemias (DECEN) apresentaram na tarde desta sexta - feira  (17/05), os novos números da Dengue no município. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde até as 15:00 horas desta sexta - feira (17/05), foram notificados no município 503 casos de Dengue, sendo até a presente data 85 confirmações, 387 casos em investigação, 13 casos inconclusivos e 18 descartados, além de 01 óbito confirmado de uma mulher de 43 anos e outro óbito em investigação, também de uma mulher de 51 anos.            A Secretaria Municipal de Saúde, Rita da Silva Pereira, destacou que  as ações preventivas e de combate aos criadouros do Aedes aegypti continuam através da aplicação  sistemática  de inseticida e larvicidas em bueiros, cacimbas,  na lagoa de decantação de efluentes da SABESP,  bem como em outros locais onde possam haver o acumulo de água. Além destas ações, o DECEN (Departamento de Controle de Endemias)   vêm realizando no período noturno a nebulização com inseticida de ruas e avenidas do perímetro urbano,  bem como em seringais na zona rural com foco no combate do mosquito transmissor já em sua forma alada. Além disso os Agentes de Controle de Endemias (ACEs),  bem como Agentes Comunitários de Saúde (ACSs) tem percorrido, desde novembro do ano anterior todos os imóveis urbanos para a busca ativa de possíveis criadouros e sua respectiva eliminação. " Estamos trabalhando em duas frentes uma através da conscientização da população com ações educativas coordenadas pelas equipes de estratégia de saúde da família no âmbito da atenção básica  e outra através do combate aos criadouros e ao mosquito transmissor da dengue, chikungunya,  zika vírus e febre amarela" , finalizou a titular da pasta da saúde.

Desenvolvido pela Macaúba

O seu navegador não é recomendado para uma boa navegação neste site.
Para uma melhor visualização do site atualize-o ou escolha outro navegador.
Saiba mais...
Google ChromeMozilla FirefoxApple SafariOpera